segunda-feira, 12 de julho de 2010

Albizia julibrissin


Figueira da Foz.

Bipalium kewense





video
Jardim das Abadias, Figueira da Foz.

Bipalium kewense é o nome científico de uma espécie de verme achatado pertencente ao grupo dos Terrícola, os platelmintes terrestres de vida livre (não-parasita). Trata-se do maior platelminte de seu tipo, chegando a 60 centímetros de comprimento. É um predador de pequenos animais como moluscos e vermes menores e costuma ser encontrado em solos húmidos. Assim como todos os platelmintes, ele pode ser cortado, ou partido em vários pedaços e cada pedaço dará origem a um novo indivíduo inteiro.
Acredita-se que seja nativo do Sudeste Asiático, mas foi espalhado pelo mundo trazido acidentalmente em navios e hoje pode ser encontrado em vários locais, incluindo: América do Norte, Austrália, ilhas do Caribe, América do Sul, África e Madagáscar (e, claro está, na Europa, em Portugal, onde este foi fotografado).
Origem do texto: Wikipédia.